Páginas

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Herança de família

Quando eu era criança meus pais eram muito sem dindim! Mas talento meu pai sempre teve de sobra...
Eu já estava deixando de ser bebê e precisava deixar o berço e ter uma caminha. Não tinha dinheiro mas tinha talento criatividade e material e maquinário na oficina do meu avô... Então meu pai fez uma caminha de ferro, linda sob medida pra mim! Com certeza melhor que qualquer outra que ele comprasse... Tanto pelo valor sentimental como o material msm, pq ficou perfeita, forte, e linda!
Eu fui crescendo precisei de de uma cama maior e assim a caminha foi emprestada para minha prima Thatiana, depois disso passou muito tempo jogada e ninguém nem se lembrava dela... Minha irmã nasceu e lembramos da caminha e ela foi reformada e usada por minha irmã Helaina, logo depois minha outra irmã Helena nasceu e tb usou, mas por pouco, afinal de contas ela ainda cabe na caminha mas prefere dormir na cama dos meus pais!!!
Como Sophia estava sem caminha, pq desmontei o berço dela... Resolvi pegar a cama para a proprietária de direito da caminha viajante! Ela amou, fica bem do ladinho da minha, e cheia dos bichinhos q ela não dorme sem...
Agora vc me pergunte se ela dorme lá... Claro que NÃO! rsrsrrsrs Na verdade ela dorme até umas 3 da manhã e depois pula pra nossa! Já é alguma coisa né?
O importante mesmo é que quando ela crescer e entender vai achar muito legal ter usado a mesma cama que foi da mãe e que pode ser da filha dela também!
...................................................................................................................................................................
Uma pausa para secar as lágrimas...
Conclusão: às vezes da necessidade nasce a possibilidade de criar algo que transforma o futuro de muitas pessoas!!!


E mais poses na caminha








domingo, 18 de novembro de 2012

Pequena Gênia!

Gente todo mundo q acompanha o blog ou que convive comigo já ta cansado de saber q eu sou uma mãe muito maluquinha, que eu tinha medo da Sophia ter problemas de desenvolvimento e bla bla bla... Então sempre fiz estimulação precoce nela. Não é nada do tipo opressor q ela tenha q aprender ou receberá castigos, ou eu ficarei triste... não nada disso! É só um momento que a gente passa mais próxima brincando de empilhar, organizar, transferir, identificar... É algo positivo, uma brincadeira, algo que tem como prioridade ser DIVERTIDO!
Eu li muito sobre estimulação em bebês antes de começar qualquer processo com ela e na verdade eu não sigo nenhum "processo", não tem método, é só não deixar de falar e mostrar os coisas com as quais ela convive! Li que o processo de leitura para bebês funciona da mesma forma como a fala, entretanto eles tem muito mais acesso aos sons do que a linguagem escrita, eis a única diferença! Descobri também que o cérebro do bebê funciona numa velocidade incrível e com uma capacidade de aquisição de conhecimento e aprendizagem até os três anos de idade e isso não se repete mais em todo o resto da vida. É a idade que o a aprendizagem da forma mais natural pq faz parte do desejo mais genuíno da criança! ELA QUER APRENDER! Portanto privá-los disso é quase uma alienação forçada! Então pq não aproveitar todos esses fenômenos propícios e ensinar, mostrar, orientar???
Eu sei q tem muitas mães que criticam ou recriminam, a elas eu só faço um pedido: LEIAM, depois concluam qualquer opinião!
Daí q agora com 2 aninhos ela já aprendeu as cores, empilhar, transferir, ordenar... Então achei q já era hora de apresentar as letrinhas. Mas como ando muito sem tempo ia fazendo a coisa assim só mostrando mesmo no dia-a-dia as letrinhas enfatizando mais as letras maiúsculas e as vogais! Vou mostrando outras vezes perguntando... E em pouco tempo descobri q ela já reconhece todas as vogais!!! Fiz o vídeo de primeira, acreditem, tanto q ela errou um pouquinho!!! Mas é o suficiente pra eu me derreter toda!!!
video